busca por faixa etaria

Atenção à saúde dos rins desde pequeno

| 06.04.2016

da redação

Saiba reconhecer os sinais de problemas renais e conheça as medidas que contribuem, na infância, para a saúde dos rins na fase adulta

canstockphoto1879148

De acordo com estimativas da Sociedade Brasileira de Nefrologia, um entre 10 adultos sofre de doenças renais no Brasil. Embora muito mais raro, e ao contrário do possa parecer, as crianças também podem enfrentar problemas nos rins. Neste caso, as causas predominantes consistem em malformações genéticas, alterações inflamatórias e tratamentos extensos em outros órgãos que podem acometer as vias renais. Por isso, no mês de março, período em que é celebrado o Dia Mundial do Rim, a prevenção e o diagnóstico precoce da Doença Renal Crônica na infância estiveram no foco das associações médica e especialistas.
“O problema é que o rim não dá sinal de falha até estar muito comprometido”, afirma Dra. Andreia Watanabe, coordenadora da Nefrologia do ICr. Por isso, os pais devem estar atentos aos sinais de alerta para colaborar na detecção precoce de um possível problema.
6 Sinais de Alerta para Doenças Renais
1. Déficits de desenvolvimento e crescimento
2. Anemia crônica sem outra causa associada
3. Presença de sangue na urina/infecção urinária de repetição
4. Edemas (inchaços) no corpo
5. Pressão arterial aumentada
6. Malformações congênitas dos rins visíveis no Ultrassom
“Os rins são responsáveis por tarefas importantes para manter o equilíbrio do nosso organismo. São eles que filtram o sangue para eliminar as toxinas resultantes do metabolismo corporal, atuam em prol da manutenção do equilíbrio hídrico do organismo, eliminando o excesso de água, evitando inchaços e aumento da pressão arterial. Além disso, o órgão também contribui para a ação da Vitamina D, que ajuda a absorver o cálcio para fortalecer os ossos”, explica doutora Andreia.
Por isso, aparte às manifestações que alertam para uma possível Doença Crônica Renal durante a infância, veja como você pode incentivar seus filhos a cuidarem dos rins desde pequenos e, assim, minimizar as chances de desenvolverem problemas associados ao órgão na fase adulta:
• Incentive uma alimentação saudável: além da farta ingestão de líquidos, sobretudo, água, cuidado com os excessos de sal e açúcar. Equilibre também as porções de proteína no cardápio dos pequenos
• Estimule a prática de exercícios físicos adequados à idade de seu filho
• Controle o peso no combate à obesidade

 

ABC da Saúde Infanto-Juvenil. Todos direitos reservados |2013